Arquivo para Altruísmo

Reflexão – Seguir a Cristo é serví-lo!

Posted in mensagens with tags , , , , , , , , , , , , , , , on abril 12, 2011 by chriskato

Vou compartilhar a partir de hoje com todos vocês os textos sobre reflexões que temos feito em reuniões semanais em caráter interdenominacional, pois, entendo que a igreja pode e deve reunir-se em outros lugares, além dos templos, afinal, como já dizia Paulo, em Deus vivemos, nos movemos, e existimos.

Crendo neste trecho do livro de Atos, capítulo 17, versículo 28, que em nosso Senhor vivemos, existimos e nos movemos, temos nos encorajado a mover-nos, não limitando-se a ficarmos engessados apenas nos templos.

Ter vida congrecional é necessário, portanto, nos reunimos semanalmente nos lares apenas para nos fortalecermos em fé, para compartilhar da Graça conquistada por Jesus Cristo na cruz do Calvário, trazendo para os dias de hoje alguma essência que se perdeu, que vejo como algo extremamente saudável e que a igreja primitiva tinha como prática.

É impressionante como existem inúmeras pessoas que estão feridas pela religiosidade, mas estes nossos encontros não configuram uma pseudo-igreja (cito igreja como instituição aqui) para abrigar a estes, mas temos os encorajado e fortalecerem-se na fé, a conhecerem melhor a Graça (impressionante como muitos ainda não compreenderam o que Jesus conquistou na cruz por nós!), para que possam viver uma fé mais saudável em suas respectivas comunidades. É tão recente, mas Deus já tem curado feridas, sarado mágoas, tratado corações. Glórias a Ele!

Nesta primeira reunião, conversamos e refletimos sobre o exemplo que Cristo deixou a seus apóstolos e consequentemente a todos nós, ao lavar os pés dos seus. Isso demonstra a preocupação de deixar bem claro aos seus discípulos que Ele desejava que tivéssemos a mesma postura com nossos irmãos, com o próximo, deixando de lado qualquer orgulho para que possamos nos tornar servos, consequentemente, agradando-o.

Feita a introdução, vamos ao texto da reflexão do dia 20 de Fevereiro de 2011.

SEGUIR A CRISTO É SERVÍ-LO!

Se amamos a Cristo, somos seus servos!

Se servimos a Cristo em seus propósitos, devemos seguir seus exemplos e ensinamentos, descritos e relatados em sua palavra, pois, servindo a Cristo, honramos ao Pai Celestial, que é Deus.

“Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.” João 12:26

Entendemos que aqueles que amam verdadeiramente a Deus, a Jesus Cristo, adotam uma postura servil.

Servil: adj. Relativo à condição ou estado de servo: trabalho servil.

O mundo e seu sistema, bem como os sofismas que o inimigo lança em nossas mentes, tentam nos convencer de que ao adotarmos a postura de servos, nos tornamos pessoas inferiores, indignas. Segundo o mundo e os sofismas que o inimigo de nossas almas lança em nossos corações e mentes, devemos cada vez mais nos destacarmos perante a sociedade, subindo os degraus da ascenção social, atingindo níveis superiores, de que não temos que servir, mas sermos servidos, conforme vamos ascendendo.

Ascenção: Elevação, subida, atingir um grau superior.

O mundo e seus valores não compreendem o porquê de alguém que poderia estar em um posto superior, deseja fazer exatamente o contrário, colocando-se como alguém inferior, por amor de Cristo.

Para nós e para Jesus, essa postura servil que o mundo julga como sendo algo inferior, tem uma outra conotação.

Para nós e para Jesus, ser servo não denota fraqueza ou falta de qualificações para que estejamos em patamares superiores, mas para o padrão de Cristo, ser servo e inferior mediante aos padrões deste mundo é ter virtude da parte de nosso Salvador e Redentor.

Servos são vistos pelo mundo e quem nele está como sendo pessoas que exercem atividades indignas e inferiores a quem elas servem, por exemplo, mas Jesus nos diz com suas próprias palavras no texto do evangelho de João, capítulo 12, verso 26, como lemos acima, que se servimos ao próximo, aos aflitos, aos quebrantados em seu Nome, honramos a Deus e por Ele seremos honrados por isso. Mas entendo, enquanto cristão que ama ao seu Senhor, que não nos tornamos servos e servimos de boa vontade com a intenção de que Deus nos honre, mas sim, porque o obedecemos, porque somos gratos e se somos obedientes e gratos, o amamos verdadeiramente.

“Ora, antes da festa da páscoa, sabendo Jesus que já era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, como havia amado os seus, que estavam no mundo, amou-os até o fim.

E, acabada a ceia, tendo o diabo posto no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que o traísse,
Jesus, sabendo que o Pai tinha depositado nas suas mãos todas as coisas, e que havia saído de Deus e ia para Deus, levantou-se da ceia, tirou as vestes, e, tomando uma toalha, cingiu-se.

Depois deitou água numa bacia, e começou a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido.

Aproximou-se, pois, de Simão Pedro, que lhe disse: Senhor, tu lavas-me os pés a mim?

Respondeu Jesus, e disse-lhe: O que eu faço não o sabes tu agora, mas tu o saberás depois.

Disse-lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés. Respondeu-lhe Jesus: Se eu te não lavar, não tens parte comigo.

Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, não só os meus pés, mas também as mãos e a cabeça.

Disse-lhe Jesus: Aquele que está lavado não necessita de lavar senão os pés, pois no mais todo está limpo. Ora vós estais limpos, mas não todos.

Porque bem sabia ele quem o havia de trair; por isso disse: Nem todos estais limpos.

Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito?

Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.

Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.

Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.

Não falo de todos vós; eu bem sei os que tenho escolhido; mas para que se cumpra a Escritura: O que come o pão comigo, levantou contra mim o seu calcanhar.

Desde agora vo-lo digo, antes que aconteça, para que, quando acontecer, acrediteis que eu sou.

Na verdade, na verdade vos digo: Se alguém receber o que eu enviar, me recebe a mim, e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou.” João 13: 1-20

Neste texto, também extraído do evangelho de João, Jesus nos ensina o mesmo que ensinou aos seus discípulos, exemplos de humildade e postura servil.

Jesus, ao lavar os pés de seus discípulos, lhes ensina e nos ensina sobre humildade e altruísmo.

Altruísmo: Sinônimo de solidariedade. Amor desinteressado ao próximo; abnegação.

Vale lembrar que a tarefa de lavar os pés dos convidados era tido como algo indigno. Quem o fazia, era considerado alguém inferior, mas Jesus nos deu o exemplo, nos mostrando que este é o seu padrão, que a inferioridade e indignidade atreladas a esta questão, são virtudes em seu padrão.

Humildade e servidão, estes são padrões de Jesus e devemos adotá-los para o nosso viver. Isto é adorá-lo, pois quando o obedecemos, entendemos seus propósitos e nos colocamos a disposição para que eles se cumpram em nós, o adoramos verdadeiramente e honramos a Deus (Jo 12: 26).

Jesus Cristo nos deixa bem claro, que este é o papel da igreja.

“Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.

Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.

Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.” João 13: 13-17

AMAR AO PRÓXIMO, SERVÍ-LO, É TER COMPROMISSO COM JESUS CRISTO E PARA COM DEUS, NOSSO SENHOR!

Te encorajo a ser contado com aqueles que servem, para honra e glória de nosso Senhor!!!

Um grande abraço,

No amor de Cristo, sempre!!!

Chris Kato

Anúncios