Arquivo para Amor Ágape

Amar como Ele nos ama!!!

Posted in Reflexões with tags , , , , , , , , on outubro 14, 2011 by chriskato

Nunca havia lido a pequena carta de Paulo a Filemon como no dia de ontem!

É incrível ver como Cristo muda as pessoas de dentro para fora!!!

Apenas para contextualizarmos, vamos a alguns fatos para que entenda (se é que não conheces…) esta história.

O personagem principal deste texto é Onésimo, o qual era escravo de Filemon, que provavelmente era o líder da igreja de Colossos na ocasião.

Onésimo havia fugido dos domínios de Filemon, depois de danificar ou roubar a propriedade de seu mestre e senhor, deixando a região de Colossos, chegando até Roma, onde encontrou a Paulo, que estava preso. Paulo introduziu Onésimo ao cristianismo.

Paulo, que nutria um sentimento de amizade para com Filemon e para com Onésimo posteriormente, se viu constrangido em amor a redigir uma carta (durante a sua primeira prisão em Roma) endereçada a igreja de Colossos e principalemente a Filemon, incentivando-o a receber novamente o escravo fugitivo em sua casa, porém, com algumas considerações.

Filemon, como mestre e senhor de Onésimo (um escravo fugitivo), por ter Jesus como seu Senhor e a Paulo como seu amigo pessoal, é incentivado pelo apóstolo a perdoar o escravo fugitivo, não mais o recebendo como escravo, mas sim como a um irmão de mesma fé.

Vale citar que a escravidão era uma realidade sócio-econômica praticada e aceita no mundo romano. De acordo com a lei romana, um escravo fugitivo poderia ser severamente punido ou mesmo ser condenado à morte, julgado conforme a gravidade da falta cometida.

Paulo intercede junto a Filemon por Onésimo, demonstrando que o cristão possuí um caráter diferente, uma conduta diferente, um coração diferente.

O apóstolo, além de redigir uma petição a favor do perdão a Onésimo, coloca-se a disposição de pagar qualquer dano ou dívida (versículos 18 e 19 de Filemon), cometido ou deixado por seu então escravo.

Cristo fez o mesmo por nós, pois não tendo pecado algum, por amor de nós, tomou a escrita de dívida das mãos do diabo e a rasgou, oferecendo-se para pagar nossa dívida com sua própria vida e com morte de cruz (Colossenses 2: 13 ao 14)! Paulo entendeu o recado, ah se entendeu…

Paulo descreve no versículo 21, que conhece a conduta de Filemon e seu amor pelo Senhor e sabe confiadamente que seu amigo fará ainda mais do que lhe instruíu a fazer.

O apóstolo deixa bem claro seu amor, não só para com Onésimo, mas para com Filemon também, visto que incentiva-o a praticar o perdão, a colocar o amor que aprendera em prática. Por amor a seu amigo Filemon, Paulo o instiga a ser um genuíno cristão (pequeno cristo, na tradução do grego original) com suas doces e sublimes palavras de ensinamento.

O evangelho e o amor ágape proposto por Jesus, estimulado por Paulo, produzem frutos tão bons, fazendo que barreiras caíam em nome deste sentimento sublime, qual é a essência de Deus, o Amor (1 João 4:8 e 4:16).

Amar ao próximo sem limites é o desafio proposto por Paulo, portanto, mesmo que não seja fácil, aprenda a amar fraternalmente quem lhe caluniou, a quem lhe traiu, a quem lhe desapontou, a quem lhe magoou, a quem não lhe estendeu a mão, a quem lhe defraudou, áquele a quem você despresa por algum motivo.

O cristão realmente necessita deixar Deus moldar seu caráter e tratar seu coração. A essência de Deus é revelada no amor e seu mandamento e desejo, a respeito de todos nós é que amemos uns aos outros (alguém se lembra do primeiro e grande mandamento e do segundo, que é semelhante ao primeiro, descrito no evangelho de Mateus, capítulo 22, versos 34 ao 40?).

Quando colocamos o amor (a Deus e ao próximo) em prática, barreiras caem e podemos dizer que somos nascidos de Deus e o conhecemos, caso contrário, não se pode dizer que se conhece a Deus, pois Ele é Amor, conforme a primeira carta do apóstolo João, capítulo 4, versos 7 e 8, nos descreve.

Que você, que eu, amemos com o amor de Cristo, em toda e qualquer situação.

Deus nos abençoe em sermos em amor, como Ele é, para a glória d’Ele!!!

No amor de Cristo Jesus,

Chris Kato

Anúncios